Copyright 2022 - Custom text here

CONGRESSO LATINOAMERICANO e CARIBENHO

DE ARTE/EDUCAÇÃO - 2009

19º CONFAEB

Belo Horizonte MG -Brasil

 

 CLEA/FAEB/InSEA

Congresso Latinoamericano e Caribenho de Arte/Educação 2009 e 19º CONFAEB: Concepções Contemporâneas

ENCONTRO NACIONAL DE ARTE/EDUCAÇÃO, CULTURA E CIDADANIA

Belo Horizonte – Minas Gerais – Brasil, 2009

 

25 a 28 de novembro de 2009

 

Sumário

Apresentação - 4

Objetivos  -   6

Formato e Detalhamento - 7

Eixos temáticos e Comitês científicos - 8

Resultados  - 8

A quem se destina  - 9

Condições de participação e procedimentos   9

Prazos  - 9

Pagamento - 10

Publicações - 10

Cronograma geral - 11

Comitês - 12

Outras Atividades - 13

Programação cultural - 13

Plano de Comunicação - 13

Assessoria de imprensa - 13

Criação site  - 13

Mídias e Material gráfico de divulgação - 14

Patrocínios e Apoios - 15

Comitê organizador e Contatos

 

Apresentação

 

O Congresso Latinoamericano e Caribenho de Arte/Educação terá a participação de arte/educadores, pesquisadores de arte/educação e de ensino de Arte, professores e estudantes de Arte, educadores, arte-terapeutas, artistas, organizações governamentais e não-governamentais que trabalham na área ou em áreas afins, agentes culturais, mediadores de museus e galerias e todas as pessoas interessadas em arte/educação.

Simultaneamente ao Congresso Latino Americano e Caribenho de Arte/Educação serão realizados o 19º Congresso Nacional da Federação dos Arte-Educadores do Brasil – CONFAEB e o Encontro Nacional de Arte/Educação, Cultura e Cidadania. O Encontro é uma realização conjunta do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Cultura (MINC), sob a coordenação da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

Haverá espaços para mesas-redondas e grupos de estudo presenciais e virtuais.

As mesas-redondas terão o formato de debate sobre o tema, com a proposta de interação entre os debatedores e o público, que já terá lido os textos enviados pelos componentes das mesas-redondas.

Os grupos de estudo terão o formato de compartilhamento de relatos selecionados de experiências e de pesquisas, com enfoque nas metodologias e referências utilizadas.

Este Congresso foi pensado como um momento oportuno para refletir sobre o que se costuma se chamar arte/educação ou educação artística nos países latinoamericanos e da região do Caribe, a partir das concepções contemporâneas. É sentida a profunda necessidade de estreitar as inquietações quanto à prática da arte/educação e da educação para a cultura nesse contexto. Pretende-se, ainda, promover momentos de interação com especialistas dos países ibéricos, possibilitando o conhecimento das ações e pesquisas iberoamericanas na contemporaneidade.

É notória a urgência em promover a educação para a cultura e, de um modo geral, para todas as artes e mídia, de modo a preservar as liberdades individuais e o direito à livre escolha, em um mundo que se mostra em constante mutação, cada vez mais acelerada.

Em tal mundo é imprescindível ir além da formação de artistas e para além da formação de públicos. Faz mister possibilitar oportunidades de educação cultural em que os indivíduos possam construir as suas identidades, fortalecê-las e dinamizá-las. É sobre essa responsabilidade que o Congresso irá refletir em suas diversas implicações, com ênfase nas concepções contemporâneas.

O Congresso se configurará em dois grandes eixos de trabalho: o primeiro que, através de sessões de trabalho plenárias com um grupo de especialistas, irá refletir sobre os temas propostos; e o segundo, que permitirá a mostra e divulgação de trabalhos selecionados de investigação e prática pedagógica da arte/educação, em contextos formais, informais e não formais.

Pretende-se que os resultados do Congresso sejam publicados em forma de CDRom, em línguas portuguesa e espanhola. Pretende-se também que, ao final do congresso, se estabeleça uma lista de contatos para alargar a já existente rede transnacional de arte/educação e, se possível, alargar essa rede para outros contextos, de modo a promover publicação de trabalhos científicos e trocas de experiências no âmbito da teoria e prática da educação em arte e da educação cultural. O Congresso será, portanto, uma plataforma para a ampliação de uma rede de profissionais em arte/educação e multimediática nos países de línguas hispânica e portuguesa da região.

A partir das diferenças se lançam as pontes da reflexão sobre arte/educação, tão fundamental para a prática de ética, justiça e liberdade nas sociedades contemporâneas.

 

Porque no Brasil e em Minas Gerais

 

O Brasil sedia atualmente o Conselho Latinoamericano de Educação pela Arte (CLEA), que é o Conselho Regional da América Latina da International Society for Education through Art (InSEA).

O Estado de Minas Gerais tem investido tanto na Educação quanto na Cultura, com projetos de formação continuada de professores e no suporte a agentes culturais. A cidade de Belo Horizonte está em processo de construção de novas formas de formação de arte/educadores e de professores de Arte.

A Universidade Federal de Minas Gerais está localizada na capital de Minas Gerais, uma região de dois milhões e duzentos mil habitantes, na região sudeste do país, formada pelo triângulo das maiores áreas metropolitanas do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

A Escola de Belas Artes da UFMG, uma das melhores escolas de arte do país, conta com uma das melhores estruturas, o que possibilita a riqueza e a qualidade das atividades desenvolvidas no encontro. Esta instituição passou por profundas transformações recentemente e se encontra aberta para o diálogo construtivo com a comunidade internacional acerca do educar em arte.

Objetivos

 

O Congresso visa à integração do arte/educador na complexidade cultural nacional, latinoamericana e caribenha.

Todos os participantes são sujeitos e partes integrantes desse contexto. É proposta, por conseguinte, uma discussão a respeito das possibilidades múltiplas do ensino e reflexão em/sobre arte na contemporaneidade, considerando a alteridade cultural como eixo norteador.

Os objetivos deste Congresso são:

  • Possibilitar um espaço de encontro e intercâmbio de enfoques da Arte/Educação dos países da América Latina e do Caribe, com pares dos diferentes níveis de educação formal, não formal e informal.
  • Promover o diálogo com especialistas dos países ibéricos, com vistas ao desenvolvimento de projetos integrados no nível iberoamericano.
  • Promover o encontro de pesquisadores em Arte e em Arte/Educação, com vistas a possibilitar a elaboração de novos projetos de pesquisa nacionais e internacionais, bem como a ampliação dos já existentes.
  • Continuar a mapear o estado da arte da situação atual da arte/educação nos países latinoamericanos e caribenhos, contribuindo para o compartilhamento dos avanços e propostas pedagógicas e metodológicas que se encontram em curso.
  • Definir estratégias de possíveis caminhos e as metas nacionais, latinoamericanas e caribenhas que permitam avançar na construção de saberes didáticos, pedagógicos, investigativos e de políticas públicas nos setores de arte/educação e cultura nessa região.
  • Gerar propostas de fomento à arte/educação, consolidando redes de informação e comunicação para a apropriação, criação e pesquisa nos campos artístico e cultural.
  • Divulgar práticas significativas em Arte/Educação, Cultura e Cidadania.

Formato e Detalhamento

 

Pretende-se que este Congresso adote a tônica de um trabalho colaborativo interpares, exigindo, pelos constrangimentos espaciais e temporais existentes, que os procedimentos de todos sejam norteados pelos princípios da transparência e reflexividade e por competências, como a capacidade de síntese e de auto e heterocrítica.

Todas as modalidades de trabalho serão dinamizadas por um moderador e resumidas por um relator. Antes do Congresso, todos os participantes terão tido acesso a todos os textos na página web do congresso, por isso não será necessário apresentá-los de novo.

Os participantes dos grupos de estudo deverão resumir as suas falas para 5 minutos, no máximo, e, com a ajuda dos moderadores, instigar um clima de diálogo construtivo com todos os intervenientes. Só assim se poderão obter resultados representativos.

As modalidades de trabalho são:

Mesas Redondas (organizadas pelo Comitê de Organização a partir das sugestões do Comitê Científico). Temas de interesse geral, debatidos em sessão plenária. As mesas redondas terão por finalidade o levantamento das questões que serão depois aprofundadas nos grupos de estudo.

Grupos de Estudo (organizadas pelo Comitê Científico a partir das propostas recebidas). Temas mais orientados para serem tratados em sessões de trabalho paralelas com um pequeno grupo de participantes.

Sessões Plenárias com a apresentação dos resultados dos grupos de estudo pelos moderadores e relatores.

Congresso On-line (quem não puder deslocar-se a Belo Horizonte poderá participar virtualmente em fóruns on-line.). Todas as mesas principais do Congresso serão transmitidas em tempo real via web.

O Moderador dos fóruns enviará os resultados para a sessão plenária final.

Para os Grupos de Estudo,

- Os interessados deverão enviar as suas propostas de participação ao Comitê Científico do Congresso, contendo descrição da proposta (resumo) e breve biografia. As propostas serão enviadas em seguida para apreciação do Comitê Científico.

- Os textos serão postados diretamente na página da web do Congresso e publicados nos Anais do evento.

- Irá se priorizar o debate acerca do tema Arte/Educação: Concepções Contemporâneas.

Encontro Nacional de Arte/Educação, Cultura e Cidadania

- O Encontro Nacional de Arte/Educação, Cultura e Cidadania será realizado durante o Congresso, com programação especial.

Eixos temáticos e Comitês científicos

Políticas educacionais e desafios latinoamericanos em Arte/Educação.

Múltiplas abordagens e apropriações para arte/educar.

Metodologias de pesquisa e ensino em arte.

Resultados

Todo material resultará em publicações em formato digital: Os resultados do Congresso, nomeadamente as conclusões e documento-síntese, assim como relatórios de observadores e outra documentação importante, serão publicados na página do Congresso. Os documentos conclusivos serão enviados a destinatários relevantes para a arte/educação (universidades, escolas, instituições culturais, criadores de currículos escolares e outros).

A quem se destina

 

  • Docentes de Arte/Educação em Educação Formal (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, Superior) Não Formal e Informal.
  • Artistas docentes.
  • Estudantes de Arte, de Educação e de áreas afins.
  • Representantes governamentais relacionados ao setor de formação artística e cultural brasileiro, latinoamericano e caribenho.
  • Servidores públicos responsáveis pelo processo de formação artística e cultural.
  • Pesquisadores das Artes e demais cursos das Ciências Sociais e Humanas.
  • Profissionais interessados nos processos de criação, produção, distribuição dos bens e serviços culturais.
  • Entidades de classe.

Estima-se um público de aproximadamente 1000 pessoas. Este será tão heterogêneo quanto a composição da arte/educação e seus desdobramentos. Espera-se que aproximadamente 1/3 desse número seja de moradores de outros países que não o Brasil.

Condições de participação e procedimentos

Todas as atividades, com exceção das mesas, deverão conter um edital específico

- Todos os participantes do Congresso deverão realizar sua inscrição via web.

- Para cada atividade deverá ser feita uma inscrição.

Prazos 

15 de abril – divulgação do Edital e início da aceitação de trabalhos para análise dos Comitês.

15 de maio - Inscrição on-line para oficinas e outras atividades.

15 de junho - última data para submissão de trabalhos.

30 de Julho – data limite para inscrição em outras atividades.

03 de agosto – data para divulgação dos trabalhos aceitos; confirmação on-line de aceite de trabalhos: - aproximadamente 120 dias antes da realização do evento, tendo em vista os prazos de solicitação de apoio ao CNPq, CAPES e outras agências de fomento.

17 de agosto a 14 de setembro – período de inscrições para participação no Encontro com apresentação de trabalhos.

30 de setembro - data limite para recebimento de inscrições no evento.

 

Pagamento

Partindo do desejo de possibilitar a maior adesão ao evento dos diferentes sujeitos, ficam estabelecidas as seguintes modalidades de inscrição e pagamentos.

Inscrição Integral – Para o público em geral. A inscrição inclui a taxa de associação à InSEA. Valor R$ 250,00

Inscrição Parcial – para o público em geral, sem associação à InSEA: Valor R$ 160,00.

Inscrição Membro do Insea – Para quem é membro do InSEA e/ou das associações oficiais dos respectivos países de origem e encontra-se com a anuidade em dia. Valor R$ 130,00.

Inscrição Estudante – Para estudantes vinculados a graduação e pós – graduação. Desconto de 50% sobre a taxa de inscrição. Valor R$ 80,00.

Inscrição para participação On line: Valor R$ 50,00.

Delegados e Representantes – Para representantes oficiais de entidades convidadas oficialmente a participar do evento, é cobrada uma taxa referente a custos administrativos e de materiais. Caso sejam captadas outras fontes de recursos, será estudada a gratuidade total a estes participantes, visto o interesse do evento na presença dos mesmos. Valor R$80,00.

Os membros do CLEA, do Conselho Mundial da InSEA e dos comitês Científico e de Organização estarão isentos do pagamento da taxa de inscrição.

 

Publicações

 

- Título: fonte arial, corpo 12, negrito, centralizado;

- Nome do(s) autor(es): fonte arial, corpo 11, sem negrito, à direita, seguido(s) de filiação profissional ou institucional;

- Resumo, Resumen e Abstract: ambos em fonte arial, corpo 11, itálico, justificado, entrelinhamento simples, máximo de 10 linhas;

- Abaixo de cada um deles e sem pular linha, incluir 3 a 5 palavras-chave (key words).

- Texto: máximo de 12 laudas (incluindo abstract, resumo, referências, notas, imagens e currículo resumido), letra arial, corpo 12, justificado, entrelinhamento 1.5, margens inferior e superior a 2,5 da borda e margens à esquerda e à direita a 3 cm da borda;

- No caso de notas, devem constar após o texto, numeradas, em arial 9, com espaçamento entre linhas simples.

- Referências: ao final do trabalho, em arial 11, seguindo as normas da ABNT.

- Após as referências deve constar currículo resumido do(s) autor(es), na mesma formatação do texto, com limite de 5 linhas por autor.

- Arquivo: extensão .rtf

-IMAGENS: No caso de inclusão de imagens, estas devem ser em número máximo de 5, podendo ser coloridas ou em P&B, com resolução mínima de 300 dpi, em formato JPG e com indicação no texto, de acordo com as normas  ABNT.

 

Cronograma geral

 

Abril /09 - Divulgação pública do evento através do site oficial.

Maio - Setembro /09 – Inscrições.

Novembro /09 - Realização do Evento.

Dez/09 – Fevereiro / 10 – Pós-produção.

Comitês

  • Comitês Científicos:

Políticas educacionais e desafios latinoamericanos em Arte/Educação.

Múltiplas abordagens e  apropriações para arte/educar.

Metodologias de pesquisa e ensino em arte.


Do Brasil

    • Ana Mae Barbosa
    • Fábio Rodrigues
    • Fernando Mencarelli
    • Ivana de Siqueira
    • Juliana Gouthier
    • Mônica Ribeiro
    • Rejane Coutinho

Internacionais

    • Adriana Collado ( Costa Rica)
    • Carol Liliana Zardeto de La Veja ( Guatemala)
    • Clarisa Ruiz (Colômbia)
    • Dora Aguila (Chile)
    • Fernando Miranda (Uruguai)
    • Gabriela (Ecuador)
    • Graciela Fernández Mayo (Cuba)
    • Imanol Aguirre ( España)
    • Lucina Jimenez ( México)
    • Manuel Pantigoso ( Peru)
    • Mariano Baptista ( Bolivia)
    • Olga Lucia Olaya (Colômbia)
    • Ramón Cabrera Salort ( Cuba)
    • Salomón Azar ( Uruguay)
    • Teresa Eça ( Portugal)
    • Victor Fuenmayor (Venezuela)
    • Victor Kon (Argentina)

 

  • Representantes da América do Sul no Conselho Mundial da InSEA:
    1. Lucia Gouvêa Pimentel Secretária Geral do CLEA) (Brasil)
    2. Olga Lucia Olaya (Colômbia)
    3. Rejane Coutinho (Brasil)

 

Outras Atividades

 

Programação cultural

 

- visita a museus e galerias.

- intervenções artísticas

- lançamento de livros

 

Comitê organizador

 

Lucia Gouvêa Pimentel – EBA/UFMG – Coordenação Geral.

Evandro José Lemos da Cunha - EBA/UFMG.

Henrique Augusto Nunes Teixeira – EBA/UFMG.

 

 

Produção - Contatos

           Belo Horizonte – Minas Gerais – BRASIL

  55 (31) 3075.9190 / 9297.1580 / 9824.3232

12